Buscador

Limpar tudo

Escolha o destino

Tipo de Viaje

Selecione duração



Limpar tudo

Guia de Laos

Guia de Laos

Laos é conhecido por ser o mais descontraído de todos os países do Sudeste Asiático. Ele esteve isolado do mundo exterior por quase duas décadas, até ao início de 1990. Actualmente existe muita informação sobre o Laos no mundo inteiro, um facto relevante que faz com que o país continue atraindo cada vez mais turistas

Laos, oficialmente conhecido como a República Democrática Popular de Lao (ou Lao PDR, continua a ser uma das nações mais pobres e mais surpreendentes, localizada no Sudeste Asiático.

Afirma-se que o Laos é o mais descontraído de todos os países do Sudeste Asiático. Ele esteve isolado do mundo exterior por quase duas décadas, antes de abrir as suas portas permitindo a entrada de visitantes no país, só no início de 1990. Agora, a informação sobre o Laos está muito divulgada, muitos viajantes de todo o mundo ao visitá-la, encontraram um magnífico território,  desconhecido durante um  longo tempo. A sensação relaxante  sentida no Laos, assim como a falta de desenvolvimento ocidentalizado, faz com que este país seja uma opção muito atraente para muitos visitantes – diferente de Mianmar, que é provavelmente a mais "autêntica" das nações da Indochina. O Laos é também um dos poucos países comunistas que restam no mundo. Até 1988, os turistas não eram autorizados a entrar no Laos, mas atualmente é possível viajar por todo o país de forma independente ou em grupos. Por enquanto, o Laos permanece relativamente isolada e subdesenvolvida. A exceção à regra é a região de Vang Vieng, que é atualmente um lugar com graves problemas de drogas. Entre 1964 e 1973, foram retiradas pelos EUA mais de dois milhões de toneladas de munições do Laos, revelando a triste distinção de ser o país mais bombardeado per capita na história.

O Departamento de Estado dos EUA estima que 80 milhões de bombas americanas continuam não detonadas no Laos e em 2012 os EUA ofereceu 10 milhões de dólares em ajuda financeira, para desativar as bombas que não explodiram. Apesar destas dificuldades, a capital Vientiane do Laos, é mais como um aglomerado populacional do que um eixo asiático lotado de gente, mas o ritmo de vida em todo o país é lento. Vientiane é também semelhante a um centro gastronómico, ainda que os franceses tenham deixado o país há décadas, o seu legado permanece na cidade ao nível culinário. Ali é possível experimentar o laap (prato nacional de carne picada misturada com ervas, especiarias, sumo de limão e piri-piri) e cerveja Lao, e também se pode beber vinhos finos, degustar confit de pato e cassoulet. As aulas de culinária também estão a ser cada vez mais populares entre os turistas que querem aprender novas experiências gastronómicas, para realizar em suas casas. O conceito de comércio justo também está crescendo no Laos e agora é possível comprar um lenço de seda a preços razoáveis ou outros produtos, para levarem como recordação, quando regressarem à sua terra natal.

A maioria das pessoas que vem ao Laos, geralmente faz uma breve passagem por Vientiane, declarada Património Mundial pela UNESCO Luang Prabang (que com os seus mosteiros, os mercados coloridos e  a arquitectura tradicional continua a ser uma das mais belas cidades da Ásia), talvez com uma pequena exceção para a misteriosa planície de Tarros. Contudo, todos os que fazem um esforço para explorar a área circundante são bem recompensados ao poderem desfrutar e  reter na memória as paisagens exuberantes, as pessoas amigáveis e as imagens maravilhosas e únicas de um país que, quase não mudou em mais de um século.

NESTA SECÇÃO

Consultores

+84 4 3872 1873

+84 12 3883 1881

Suporte Online
Não foi possível encontrar viagem adequado para você? Vamos ajudá-lo

Sendo moradores, sabemos que o verdadeiro valor da nossa terra. Nós sempre ouvir e organizar tudo como o seu desejo. Por favor, por favor envie-nos tudo sobre a sua viagem, nós lhe enviaremos melhores ofertas rapidamente.